terça-feira, 23 de maio de 2017

Botafogo contratou Marcelinho para a Disputa da Taça Ouro de Voleibol 2017

pesquisa de Claudio Falcão

(Imagem: site oficial do Botafogo F.R.)

O Botafogo acertou a contratação do campeoníssimo levantador Marcelinho Elgarten para a disputa da Taça Ouro de Voleibol de 2017, competição que será iniciada em agosto próximo e que dará ao vencedor uma vaga na Superliga A 2017/2018, a elite do voleibol brasileiro.

Marcelo Elgarten nasceu no Rio de Janeiro (RJ) a 9 de novembro de 1974, tendo atuado seguidamente por importantes equipes do voleibol nacional e internacional: Report Suzano/SP, Olympikus/SP, Iveco Palermo (ITA), CR Vasco da Gama, SC Ulbra/RS, Unisul/SC, Panathinaikos (GRE), CIMED/SC, EC Pinheiros, Sisley Treviso (ITA), Minas TC, SESI/SP, Lugano (SUI) e agora o Botafogo FR.

Pela seleção brasileira Marcelinho foi campeão mundial (Tóquio-2006), campeão da Copa do Mundo (Japão-2007), cinco vezes campeão da Liga Mundial (2001-2004-2005-2006-2007) e medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos Rio-2007, dentre outros títulos.

Atleta olímpico (Sidney-2000 e Pequim-2008), foi medalha de prata na edição de 2008.

A apresentação se deu na manhã desta terça-feira no Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano).

(Foto: twitter Botafogo Oficial)

Seja bem-vindo, Marcelinho, e boa sorte a ele e à equipe botafoguense na Taça Ouro 2017!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Estamos nas Oitavas: Botafogo 1 x 0 Atlético Nacional

por Claudio Falcão


Uma clara oportunidade de gol perdida por Roger, ao acertar a trave logo aos três minutos de jogo, deixou apreensivos os torcedores alvinegros, mas com um passe preciso de Rodrigo Lindoso para a conclusão em gol de Rodrigo Pimpão, aos cinco minutos da etapa final, o Botafogo derrotou por 1 a 0 o Atlético Nacional (COL), na noite desta quinta-feira, no Estádio Nílton Santos.

Não foi na técnica, mas na aplicação tática, no empenho e na luta constante, que conseguimos alcançar esta vitória.

Com este resultado o Glorioso conquistou, com uma rodada de antecipação, a desejada classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores da América de 2017.

(Foto: Vítor Silva/SS Press/Botafogo)

Ficha Técnica:

BOTAFOGO F.R. 1 x 0 C. ATLÉTICO NACIONAL (COL)
Data: 18/05/2017
Local: Estádio Olímpico Nílton Santos (Engenhão)
Arbitragem: Victor H. Carrillo (PER), auxiliado por Coty Carrera e Jorge Yupanqui
Renda: R$1.252.810,00 / Público: 30.813 pagantes e 33.317 presentes
Gol: Rodrigo Pimpão, aos 5’ (2º tempo)
Cartões amarelos: Rodrigo Pimpão (Botafogo); Henríquez (Atlético Nacional)
Botafogo: Gatito Fernández, Emerson, Joel Carli (capitão), Ígor Rabello e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Camilo (Dudu Cearense); Rodrigo Pimpão (Gílson) e Roger (Guilherme). Técnico: Jair Ventura
Atlético Nacional: Armani, Bocanegra, Cuesta, Henríquez e Díaz; Ramírez (Ruiz), Arias e Macnelly Torres; Quiñones (Nieto), Dayro Moreno e Ibargüen. Técnico: Reinaldo Rueda

[Fontes: Lance! e Extra.]

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Uma Formação do Botafogo em 1933

pesquisa de Claudio Falcão

O ano de 1933, no qual o então Botafogo F.C. sagrou-se bicampeão carioca pela AMEA (Associação Metropolitana de Esportes Athleticos), foi marcado por uma grande escassez de imagens da equipe alvinegra.

A única foto que localizei, comprovadamente daquele ano, é a que ilustra esta postagem.

Trata-se da formação do Botafogo, já bicampeão do Rio de Janeiro, que em General Severiano, a 15/11/1933, derrotou por 5 a 1 o selecionado paulista, tendo marcado Átila (2), Pirica, Carvalho Leite e Nilo para o Glorioso: Victor, Teté e Rogério; Affonso, Ariel e Pamplona; Átila, Nilo, Carvalho Leite, Jayme e Pirica.

(Imagem: Diário da Noite)

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Botafogo é derrotado pelo Barcelona no Nílton Santos

por Claudio Falcão


Mais uma vez a torcida fez uma festa maravilhosa, porém na noite desta terça-feira, jogando em casa, o Botafogo foi derrotado por 2 a 0 pelo Barcelona (EQU), perdendo a liderança do seu grupo na Copa Libertadores.

Certamente a mudança do esquema tático foi determinante para o insucesso do Alvinegro, pois a escalação da equipe com três atacantes expôs demais nossa defesa, que não teve como conter os velozes atacantes equatorianos.

Em suma, enfrentando o mesmo adversário, saímos da melhor para a pior atuação na competição, num intervalo de duas semanas.

E os prognósticos para a próxima partida não são os melhores, pois além de termos perdido Emerson Silva e Camilo por contusão, substituídos ainda no intervalo, teremos dois jogadores afastados do confronto seguinte, por acúmulo de cartões amarelos, casos de Aírton e Marcelo.

Ficha Técnica:

BOTAFOGO F.R. 0 x 2 BARCELONA S.C. (EQU)
Data: 02/05/2017
Local: Estádio Olímpico Nílton Santos (Engenhão)
Arbitragem: Mario Díaz de Vivar (PAR), auxiliado por Milcíades Saldívar e Carlos Cáceres
Renda e Público: R$1.520.630,00 / 31.435 pagantes e 34.034 presentes
Gols: Ayoví, aos 6’ e Álvez, aos 23’ (1º tempo)
Cartões amarelos: Aírton, Marcelo Rodrigo Pimpão (Botafogo); Velasco, Calderón e Pineida (Barcelona)
Botafogo: Gatito Fernández, Emerson, Joel Carli (capitão), Emerson Silva (Marcelo) e Victor Luís; Aírton (Fernandes), João Paulo e Camilo (Roger); Rodrigo Pimpão, Sassá e Guilherme. Técnico: Jair Ventura
Barcelona: Banguera, Valencia (Erick Castillo), Aimar, Arreaga e Pineida; Gabriel Marques, Calderón (Segundo Castillo), Velasco e Alemán (Ariel Nahuelpán); Ayoví e Álvez. Técnico: Guillermo Almada

[Fontes: Lance! e www.conmebol.com.] 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Algumas Formações do Botafogo em 1932

pesquisa de Claudio Falcão

Temos aqui a formação do Glorioso que empatou em 1 a 1 com o Fluminense F.C., em General Severiano, a 29/05/32, pelo primeiro turno do campeonato carioca, gol de Álvaro para o Alvinegro: Victor, Benedicto e Rodrigues; Affonso, Martim e Canalli; Álvaro, Almir (Paulinho), Carvalho Leite, Nilo e Moura Costa (Celso).

Da esquerda para a direita, em pé: Benedicto, Almir, Ariel, Nilo,
Moura Costa, Rodrigues e Affonso; agachados: Álvaro,
Carvalho Leite, Canalli e Victor
(imagem: revista 'Careta')

Segue mais uma formação do Botafogo em 1932, que, no entanto, não nos foi possível identificar em que partida interveio.

(Imagem: A Noite)

Derrotando a 02/10/1932 o Bonsucesso F.C. por 5 a 4, no campo deste, o Botafogo conquistava por antecipação o título de campeão carioca daquele ano, gols de Nilo (4) e Paulinho para o Glorioso, que formou assim: Victor, Benedicto e Rodrigues; Ariel, Martim e Canalli; Álvaro, Paulinho, Carvalho Leite (Almir), Nilo e Celso.

Da esquerda para a direita: Rodrigues, Victor, Benedicto, Canalli,
Paulinho, Carvalho Leite, Ariel, Nilo, Martim, Celso e Álvaro
(imagem: Revista da Semana)

Concluímos com mais uma imagem do Botafogo, já campeão carioca, que derrotou a equipe do Andarahy A.C.  por 2 a 0, em General Severiano, a 16/10/1932, na despedida da competição, gols de Paulinho e Carvalho Leite, formando assim: Victor, Rogério e Rodrigues; Affonso, Martim e Canalli; Álvaro, Paulinho, Carvalho Leite, Nilo e Celso.

Da esquerda para a direita: Victor, Carvalho Leite, Canalli, Martim,
Rogério, Álvaro, Paulinho, Rodrigues, Almir, Ariel, Nilo, Affonso e Celso